Tópicos sobre infiltração teoria e prática

Info icon This preview shows pages 486–488. Sign up to view the full content.

Tópicos sobre infiltração: teoria e prática aplicadas a solos tropicais 456 LOBO, A. S.; ALBIERO, J. H.; FERREIRA, C. V. (1991). Influência da inundação do solo na carga última de estacas de pequeno porte. II SEMINÁRIO DE ENGENHARIA DE FUNDA- çõES ESPECIAIS E GEOTECNIA (II SEFE) São Paulo. p. 207-216. SALES, M. M. (2000). Análise do comportamento de sapatas estaqueadas. Brasília: UnB. 229 p. Tese (Doutorado em Geotecnia), Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Univer- sidade de Brasília, Brasília. SILVA, J. C. B. (1990). Análise dos resultados de prova de carga em estacas de pequeno diâ- metro. In: IX CONGRESSO BRASILEIRO DE MECâNICA DOS SOLOS E ENGENHARIA DE FUNDAçõES (IX COBRAMSEF), Salvador. Anais... v. 2, Salvador, Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotecnica (ABMS) . p. 125-131. SHERARD, J. L. (1972). Study of piping failures and erosions damage from rain in clay dams in Oklahoma and Mississipi. Department of Agriculture, Soil Conservation Service, Washington, D. C. March. SKEMPTON, A. W. (1953). Soil-mechanics in relation to geology. Proc. Yorkshire Geol. Soc, 29. SOUZA, A. (1993). Utilização de fundações rasas no solo colapsível de Ilha Solteira (SP). São Paulo: USP.126 p. Dissertação (Mestrado em Geotecnai), Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de Sào Paulo, São Paulo. TERZAGHI, K. (1943). Theoretical soil mechanics. New York: Jonh Wiley and Sons. VAN DER MERVE, D. H. (1964). The prediction of heave from the plasticity index and percen- tage clay fraction of soils Trans. South Africa. Institute of Civil. Engineering. v. 6, n. 6.
Image of page 486

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Capítulo 24 Infiltração e estabilidade de encostas em condições não saturadas Marcos Massao Futai Denielle Fernanda Morais de Melo Carlos Rezende Cardoso Júnior Veroska Dueñas Zambrana 1 Introdução A principal causa dos escorregamentos no Brasil é a água, que pode atuar como agente preparatório e deflagrador dos escorregamentos. Os escorregamentos podem ocorrer em solos não saturados ou saturados. Em ambas as condições, a água comanda o processo de instabilização. A redução da sucção, a saturação do solo ou a elevação do nível freático dependem da interação do solo com as condições climáticas. Em condições normais, a in- filtração da água da chuva é a principal fonte de água das encostas. Em encostas ocupadas, pode haver lançamento de águas servidas e, em outros casos, vazamentos de tubulações de água ou esgoto, os quais também podem contribuir para infiltração. Neste capítulo, é dado enfoque para a infiltração como agente preparatório, deflagrador ou acelerador de deslizamentos. Os escorregamentos, responsáveis por desastres que causam vítimas e perdas econômi- cas, são muito comuns em países como o Brasil. O clima tropical contribui para formação de solos espessos, além de apresentar elevados índices pluviométricos.
Image of page 487
Image of page 488
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern