Uma espécie de deus é uma boa descrição respondeu

Info icon This preview shows pages 318–321. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
“Uma espécie de deus” é uma boa descrição, respondeu a Abadessa. Siddhartha não aumenta nossa sorte, distribui castigos, muda as condições meteorológicas nem nos protege da dor de viver. Ele ensina, porém, como sobreviver à dor, e como conseguir uma reencarnação mais elevada em vidas futuras. A Abadessa ainda rezava para ele de manhã bem cedo, “para que veja que eu ainda sou séria”, embora poucos dos colonos tivessem fé. Comentei que eu esperava que Siddhartha me reencarnasse naquela colônia. A luz do dia agora definia o mundo com mais clareza. A Abadessa me perguntou por que eu pensava assim. Levei algum tempo para expressar meus sentimentos em frases, mas ela não era o tipo de pessoa que apressava o pensamento alheio. Por fim consegui expor minha razão: os únicos puros-sangues cujos olhos não revelavam a fome que avia nos olhos dos consumidores eram os colonos. A Abadessa compreendeu. Se os consumidores se sentirem satisfeitos com sua vida em algum nível relevante, ela improvisou, a plutocracia acaba. É por isso que o Estado se ofende tanto com a colônia. A mídia os compara a parasitas; denuncia-os por roubar chuva da AguaCorp; por roubar royalties dos que detêm patentes da VegCorp; oxigênio da ArCorp. “Um dia, talvez”, ela especulou, “a Diretoria vai decidir que nós representamos um modelo rival para a vida fora da ideologia corpocrática.” Então, prosseguiu ela, os “parasitas” passariam a ser “terroristas”, averia uma chuva de bombas inteligentes e os velhos túneis da abadia se encheriam de fogo. Observei que a comunidade dela deveria ser composta de pessoas desprovidas de tudo, invisíveis. “Precisamente.” Falava tão baixo que tive de inclinar-me em direção a ela para ouvir. “Uma espécie de equilibrismo, tão difícil quanto se fazer passar por
Image of page 318

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
uma puro-sangue, imagino.”
Image of page 319
Como é que ela sabia? Não perguntei: talvez alguém me tivesse visto ingerindo Sabão por um buraco de espiar. Minha anfitriã disse que a experiência lhes ensinara a ficar de Olho nos óspedes, mesmo membros da União e amigos deles. “É uma violação do código de ospitalidade da velha abadia”, ela acrescentou, como se pedisse desculpas, “mas os colonos mais jovens insistem que devemos permanecer vigilantes, especialmente num mundo em que qualquer pessoa pode se transformar em qualquer outra pessoa depois de uma sessão num consultório de paisagismo facial.” Por que motivo ela abriu o jogo? Para manifestar solidariedade, talvez; não sei. Dos muitos crimes da Juche, disse a Abadessa, o mais odiento era a criação de um “substrato de escravos”. Ela estava falando em termos gerais ou específicos? Isso só fiquei sabendo na noite seguinte. Naquele momento, ouvi um ruído de panelas no pátio: a equipe do café da manhã estava começando a trabalhar. A Abadessa olhou para a fenda que levava ao pátio e mudou de tom. “E quem é esse jovem coiote?” O menino mudo aproximou-se e sentou-se aos pés dela, sorrindo. A luz do sol
Image of page 320

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
Image of page 321
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern