A correlação empírica tatizana et al 1987 indica

Info icon This preview shows pages 491–494. Sign up to view the full content.

A correlação empírica (TATIZANA et al ., 1987) indica que, quanto maior a pluviometria acumulada, a chuva deflagradora do escorregamento é proporcionalmente menor. Os estudos numéricos conduzidos por Cai e Ugai (2004) mostraram que, quanto maior a duração da chu- va, menor é a intensidade de chuva requerida para causar o escorregamento. As duas análises dividem as regiões em que ocorrem ou não o escorregamento. Entretanto, os dados numéricos apresentam uma informação adicional: o resultado depende das características hidráulicas do solo. Se for possível generalizar os dados, a conclusão seria que taludes compostos por solos argilosos precisariam de chuvas com maior duração que solos mais permeáveis para se ins- tabilizar. Porém, existem vários outros fatores que interferem nesse resultado, tais como os condicionantes geológicos e geotécnicos e o estado do solo na condição inicial de infiltração.
Image of page 491

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Tópicos sobre infiltração: teoria e prática aplicadas a solos tropicais 462 Outro exemplo de estudo numérico que focaliza a influência da intensidade da chu- va na estabilidade de taludes não saturados é o artigo de Rahardjo et al . (2007). O talude estudado também foi considerado homogêneo com 10 m de altura, inclinação de 45º, parâmetros de resistência dados por: c’ = 10 kPa e φ ’ = φ b = 26º. As funções de permeabi- lidade adotadas simulam três solos cujas curvas estão apresentadas na Figura 3 (arenoso, siltoso e argiloso). Figura 3. Curvas de condutividade hidráulica usadas por Rahardjo et al. (2007). As simulações foram realizadas para diferentes intensidades e com duração máxima de 24h. Para cada etapa foi calculado o Fator de Segurança (FS). Os resultados estão mostrados na Figura 4. Há um valor de intensidade inicial a partir do qual o FS começa reduzir; quando isso ocorre, à redução de FS é rápida. Outra constatação é de que há um valor de intensidade em que o FS é mínimo, a partir do qual há uma estabilização do FS com aumento da intensidade. Também fica evidente a influência da função de condutividade hidráulica, ou do próprio valor da permeabilidade saturada. Os solos mais argilosos apresentaram valores de FS (min) maiores que os solos com maiores valores de permeabilidade satu- rada. Esses dados indicam que solos mais arenosos podem ser mais instáveis que solos mais argilosos. Figura 4. Relação entre intensidade de chuva e tipo de solo no fator de segurança mínimo Rahardjo et al . (2007).
Image of page 492
Infiltração e estabilidade de encostas em condições não saturadas 463 Existem, porém, contraexemplos quando se analisam casos reais. Um deles foi apresen- tado por Matsushi et al. (2006). Ao estudarem os escorregamentos da Península de Boso, no Japão, Matsushi et al. (2006) verificaram que uma região apresentava menos escorregamentos que outra, mesmo com declividades e condições climáticas iguais. Em 20 anos, foram regis- trados 5,7 escorregamentos por km 2 nas encostas formadas por solo decomposto de arenito e 127,6 escorregamentos por km 2
Image of page 493

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Image of page 494
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern