O tratamento numérico dos fatores investigados se d� por 3 procedimentos

O tratamento numérico dos fatores investigados se d?

This preview shows page 63 - 65 out of 139 pages.

O tratamento numérico dos fatores investigados se dá por 3 procedimentos relacionados: men- suração de variáveis, estimativas de parâmetros populacionais/grupais e testes estatísticos de hipóteses para comprovação ou refutação de hipótese de associação estatística (BLOCK; COUTINHO, 2009). Os autores citados explicam que o método científico, do qual a Epidemiologia se serve, é um processo pelo qual se busca conectar observações e teorias. Nele, hipóteses conceituais, mais amplas, são reescritas sob a forma de hipóteses operacionais, possíveis de serem mensuradas. A teoria que gerou a hipótese conceitual é, então, confrontada com os dados obtidos na investiga- ção. O mecanismo pelo qual a pesquisa epidemiológica busca essa conexão, ou seja, o estabeleci- mento de inferência causal, refere-se, principalmente, à inferência indutiva (Figura 1). Figura 1 - Representação da inferência indutiva (generalização dos resultados), procedimento lógico constantemente realizado nas pesquisas em Epidemiologia Fonte: , com modificações. Os delineamentos utilizados em Epidemiologia diferem entre si no modo pelo qual selecionam as unidades de observação, mensuram os fatores de risco ou prognóstico, identificam as variá- veis de desfecho e garantem a comparabilidade entre os grupos que fazem parte do estudo e da originalidade dos dados (BLOCK; COUTINHO, 2009). 2. Classificação A - Estudos observacionais Os estudos observacionais são assim chamados devido ao posicionamento passivo do investi- gador, que observa o processo de produção de doentes em populações com o mínimo de interfe- rência nos objetos estudados. Nesse sentido, o pesquisador não controla a exposição nem a alo- cação dos indivíduos entre os grupos de expostos e não expostos. De maneira geral, os estudos epidemiológicos observacionais podem ser classificados, segundo o método epidemiológico, em descritivos e analíticos. Segundo Lima-Costa e Barreto (2003), os estudos descritivos têm por objetivo determinar a distribuição de doenças ou condições relacionadas à saúde segundo o tempo, o lugar e a pessoa (características dos indivíduos).
Image of page 63
SAúDE DA FAMíLIA 463 Estudos analíticos são aqueles delineados para examinar a existência de associação entre uma exposição e uma doença ou condição relacionada à saúde. São metodologias que têm capaci- dade de responder (comprovar ou refutar) as hipóteses de associações entre variáveis. Portanto, envolvem de forma implícita ou explícita a comparação entre expostos e não expostos/doentes e não doentes, buscando relacionar eventos: uma suposta “causa” a um dado “efeito”, ou seja, uma determinada “exposição” leva à ocorrência de certa “doença”, respectivamente.
Image of page 64
Image of page 65

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 139 pages?

  • Spring '19
  • Médico, saúde pública, Patología, Organização Mundial da Saúde, Terapia ocupacional, Doença

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

Stuck? We have tutors online 24/7 who can help you get unstuck.
A+ icon
Ask Expert Tutors You can ask You can ask You can ask (will expire )
Answers in as fast as 15 minutes