Chegou nossa vez de passar pelo escâner hae joo

Info icon This preview shows pages 309–311. Sign up to view the full content.

possibilidades são favoráveis.” Chegou nossa vez de passar pelo escâner. Hae-Joo colocou o indicador nele, e um alarme soou. A cancela desceu de imediato. O membro da União sussurrou-me: sorria, sem expressão. Apareceu um agente, apontando com o polegar: “Saia”. Hae-Joo obedeceu, com um sorriso juvenil. O agente perguntou nome e destino. O desempenho de meu companheiro foi magistral. “Hum, Ok-Kyun Pyo. Seu guarda, nós, sabe, estamos indo para um motel num conurb exterior.” Hae- Joo olhou a seu redor e fez um gesto cujo significado sexual eu avia aprendido com Boom-Sook e Fang. Começou a dizer algumas bobagens sobre a licença do gato de sua mãe que foram logo interrompidas. A que distância ficava esse motel?, perguntou o agente. Então ele não sabia que já passava da ora vinte e três? “O Bangue-BangueVocêMorreu, em Yōju”, respondeu Hae-Joo, em tom de conspiração. “Confortável, limpo, preços razoáveis, e um agente da lei como o senhor provavelmente poderia experimentar o lugar de graça. É só meia ora na pista de velocidade, rumo ao leste, saída dez.” Nós chegaríamos lá antes do toque de recolher com sobra, ele prometeu. O agente perguntou de que modo Hae-Joo avia machucado o indicador. “Ah, foi por isso que o Olho me pegou?” Hae-Joe deu um gemido teatral, e contou que avia cortado o dedo descaroçando um abacate natural na casa da mãe da namorada. Sangue por toda parte, uma coisa tão constrangedora, de agora em diante ele só ia querer abacates sem caroço, essa istória de natureza dava tanto trabalho que não valia a pena. O agente olhou dentro do forde e me mandou tirar o capuz. Eu esperava que meu medo fosse entendido como timidez. O agente perguntou se meu namorado falava sem parar o tempo todo. Fiz que sim, timidamente. Era por isso que eu não falava nada? “Sim, senhor”, respondi. “Sim, seu guarda.” O agente disse a Hae-Joo que as moças são obedientes e recatadas até o dia em que casam, e a partir daí começam a falar o tempo todo e nunca mais param. “Vão embora”, ele disse.
Image of page 309

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Onde vocês ficaram depois do toque de recolher nessa noite? No tal motel? Não. Pegamos a saída número dois, depois tomamos uma estrada secundária sem iluminação. Um dique de pinheiros espinhosos ocultava um campo industrial com mais de cem unidades. Como já era quase a ora de recolher, nosso forde era o único veículo à vista. Estacionamos e atravessamos um pátio sob vento forte, então chegamos a um prédio de concreto com a placa: HIDRA SEMENTEIRA CORP. A Alma de Hae-Joo abriu a porta-rolante. Não era um estabelecimento de orticultura, e sim uma arca com luz vermelha, que cobria tanques gigantescos. O ar era quente e úmido, a ponto de incomodar. O líquido espesso e turvo que vi pelas janelas dos tanques ocultava seu conteúdo, de início. Então comecei a divisar pernas, braços, mãos; os rostos que se formavam, todos idênticos.
Image of page 310
Image of page 311
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.
  • Spring '09
  • SteveWard

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern