Buscando monitorar adequadamente as trincheiras de

Info icon This preview shows pages 397–399. Sign up to view the full content.

Buscando monitorar adequadamente as trincheiras, de forma a obterem-se resultados de armazenamento, infiltração e comportamento da infiltração da água no solo, optou-se pela utilização dos seguintes instrumentos de controle: piezômetros tipo Casagrande, tensiôme- tros eletrônicos e com vacuômetro, sensor de nível para acompanhar o enchimento e esvazia- mento dentro das trincheiras.
Image of page 397

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Tópicos sobre infiltração: teoria e prática aplicadas a solos tropicais 368 4.3 Monitoramento das trincheiras de infiltração Com o objetivo de determinar a eficiência de cada trincheira, realizaram-se quatro eta- pas de ensaios de enchimento. Os ensaios seguiram um procedimento básico que consistiu em adicionar água, com a utilização de um caminhão pipa e duas caixas d’água de 1000 litros que serviam de transição, para o enchimento das trincheiras, monitorando o tem- po de enchimento e de esvaziamento. Monitoraram-se o maciço e as trincheiras durante o procedimento com a utilização de tensiômetros (elétricos e vacuômetros), sensor de nível d’água, piezômetros e coleta de amostras de solo para determinação da umidade antes e após os enchimentos. Para a realização dessa atividade, foram necessários: 24 caminhões pipa contendo em média 11000 litros d’água cada. Em cada trincheira era usado por ensaio um caminhão de água. A Figura 8 apresenta os resultados de enchimento e rebaixamento d’água dentro das trincheiras. Devido a problemas no sensor de nível d’água, não está sendo apresentada a pri- meira etapa de ensaio. Na primeira (1ª) parte dos gráficos (fase de enchimento), observou-se que em todas as trincheiras, com exceção da trincheira 4 (apenas brita), o enchimento total ocorreu nos 30 minutos iniciais de ensaio. Na segunda (2ª) parte do gráfico, fase em que a trincheira encontrava-se com água até sua altura máxima, cada trincheira apresentou um tempo distinto, mantendo o nível d’água máximo do enchimento. Essas diferenças, no inter- valo de tempo se devem ao fato de que, como o volume de água de enchimento das trincheiras dependia do volume de vazios que as caracterizava e, portanto, do material de enchimento, a quantidade de água usada mantendo a trincheira cheia variou de trincheira para trincheira. A terceira (3ª) parte dos gráficos corresponde ao processo de rebaixamento do nível d’água nas trincheiras. Nesses gráficos, em princípio os intervalos de tempo referentes ao enchimento e esvaziamento deveriam ser proporcionais ao volume de vazios interno; no entanto, a disposi- ção e a forma dos elementos internos interviram no fluxo. Na busca de entender comparativamente o mecanismo de enchimento e rebaixamento de água nas trincheiras, foi necessário considerar as características da superfície de infiltração das trincheiras e a drenabilidade dos enchimentos. As garrafas PET cortadas/furadas/acopla- das possuíam o volume interno totalmente comunicável com o externo por meio de seu topo e de seis furos em sua base, sendo cinco periféricos e um central. No entanto, o escoamento
Image of page 398
Image of page 399
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern