Em outras palavras animação p r eparação de uma

This preview shows page 23 - 26 out of 37 pages.

Em outras palavras, ( ~ ' \ Animação: P r eparação de uma Solução por Di l uição Centro de Aprendizagem Online . Animações Duas soluções de KMn04 em diferentesconcentrações.
Figura 4. 1 6 A d i lui ção de uma s o lu ção ma i s c oncent ra d a (a ) p a ra um a m e n os c oncent ra d a ( b ) não mud a o n ú me r o t o t a l d e p a rtículas de solut o (18). ••••• ••••• ~. •••••• •••• 1 .- .. ••• ••• •• P e lo fato d e a molarid a d e se r d e finid a c o m o mal d e sol ut o por litro d e so lu çã o, v emo s que o núm e r o de mol s d e so luto é d a d o po r m o l s de so l ut o X , vo lume d e so luç ã o (e m litr o s ~ ~itr os d e s oluç ã~ ~ ---- ~~ ---- ~ MjVj mais d e s olut o a nte s d a dilui çã o MfV f ma I s d e s o l ut o apó s a d ilu i ção em qu e M i e M f s ã o a s co n ce ntr açõe s ini cia l e fi na l d a s o lu çã o em m olar idad e, e V i e V f são os vol um es in i c ia l e fin a l d a so lu ç ão, r es p ec ti vame n te . É c l aro q u e as un i d a d es de Vi e V f t ê m d e s er i g u ai s (r nL ou L) para que o cá l c ul o est ej a correto . P ara ve r i - f i carm os a raz o a bilid a d e d o s r e s ul t ad os , d eve mo s t er sem p r e M j > M f e V f > V i ' D escreva co m o vo c ê p re p ara ri a 5 , 00 X 10 2 r nL d e um a so lu ção 1 , 7 5 M d e H 2 S 0 4 , a p a r tir d e um a s o lu ção e s toq u e 8 , 6 1 M d e H 2 S0 4 . E s tr atég i a U m a v ez que a co nc e n t r ã o d a s o lu ção fi n a l é meno r qu e a da s o lu çã o o ri gi n a l , t r a t a - s e d e u m p r oce s so d e d i l u i ç ão. Não se esq u e ça de q ue e m u m a dil u i ção a co n ce nt ração d a s olu ção dim i nui , m a s o n úm e r o d e mo l s d o s o lut o não v ar i a. S olu ção Va mo s prep a r ar o s c á l c ulo s ap r ese nt a ndo os d a d os: M i = 8 , 6 1 M Vi = ? M f = 1 , 75 M V f = 5 , 00 X 10 2 m L ( 8 , 61 M )( V J = ( 1,7 5 M) ( 5 , 0 0 X 1 0 2 r nL ) ( 1 ,7 5 M )( 5 , 00 X 1 0 2 rn L) V · = - -- - - --- I 8 , 61 M = 1 02 rn L
D eve m os , e nt ão, d i luir 10 2 m L d a so lu ção 8 , 6 1 M d e H 2 S 0 4 e m ág u a s ufi c i e nt e para o ri g in a r u m vo lume final d e 5 , 00 X 1 0 2 m L e m um bal ã o v olum é tri co d e 500 m L para o bt er a co n ce n t r a ç ã o de s ejad a . Verif i cação C omo o vo lu me i nic i a l é me n o r qu e o v olum e f in al, a r es p osta é razoável . Exercício C omo v o pr e p a r a ri a 2 , 00 X 10 2 m L d e um a so lu ção 0 , 866 M de N a O H , a p a rtir de uma s olu ção e s to qu e 5 , 0 7 M? 4.6 Estequiometria No C a pítu l o 3 e studa m os cál c ul o est e qui o métrico em termos do m é todo do moi , que tr a t a o s c oe ficientes em uma equ ação b a lan c e a da como o núm ero d e m o l s de reagentes e p ro dut os . T r a balh a ndo com so lu ções d e molaridade conh ec id a, po d e mo s usar a re - l a ção MV = número de m o ls d o so lut o. Va m os e x aminar d o i s tip os de a n á li s e s que en - v ol ve m es t e qui o m e t r ia em so lu ção: a n á li se g r av imét r ica e titula ç ã o ác i do - b as e . A análise gr a v i m é trica é u m p roced i mento ex p er im e n ta l q ue inc l ui a m e did a d a ma ss a . U m d os tipo s d e ex p e rim e nt o d e a n álise g r av im é tri c a en vo l ve a f or m ação, i s ol a mento e de term i n ação d a m ass a d e u m preci p ita d o. Ess e p r ocedim e n to é ge r a lm e nt e utiliz a do co m co mp os t os i ô nic os. U m a a m os tr a d e um a s ub s t â ncia d e co mp os i ção de sco nhecid a é di

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture