O resultado da an\u00e1lise da probabilidade do processo erosivo progredir e

O resultado da análise da probabilidade do processo

This preview shows page 130 - 134 out of 149 pages.

O resultado da análise da probabilidade do processo erosivo progredir e resultar no alargamento do pipe (tubo) (Tabela 5.25) foi disposto pelos ramos da árvore de falhas da Figura 5.50 e encontra-se ilustrado na Figura 5.51. Figura 5.51 - Árvore de falhas contendo a probabilidade do processo erosivo progredir e resultar no alargamento do pipe (tubo) Os valores predeterminados, para cada faixa de cotas, foram considerados como sendo a melhor estimativa para a probabilidade de alargamento do pipe para a respectiva faixa. Para representar a imprecisão inerente ao processo de obtenção destes números, também se admitiu uma variabilidade em torno da melhor estimativa da faixa. A forma adotada para representar estas variabilidades foi por meio de distribuições triangulares, ilustradas na Figura 5.52 e na Figura 5.53, onde os valores, mínimo e máximo, correspondiam respectivamente a uma
Image of page 130
110 redução e um aumento de 20% do valor médio. As distribuições foram utilizadas como dados de entrada na árvore de eventos representando o comportamento da probabilidade da variável. Figura 5.52 - Distribuição triangular adotada para representar a variação de valores de probabilidade do alargamento do pipe para cotas situadas entre a Elev. 1060,60 e 1072,15 m Figura 5.53 - Distribuição triangular adotada para representar a variação de valores de probabilidade do alargamento do pipe para cotas situadas entre a Elev. 1072,16 e 1073,00 m Para que as informações contidas nas distribuições pudessem ser utilizadas como dado de entrada na árvore de eventos, simulou-se como seriam os resultados de probabilidade, com base no histórico de cotas de NA do reservatório da barragem de referência, resultante da combinação das duas distribuições triangulares, respeitadas as faixas de cotas pré- estabelecidas na Tabela 5.28.
Image of page 131
111 Nesta simulação foram utilizadas as mesmas amostras de NA gerada para o estudo da probabilidade de Ocorrência de Trincas no Maciço e Formação do Fluxo Concentrado e Início do Processo Erosivo. Para representar o comportamento desta variável, optou-se por ajustar uma nova distribuição de probabilidade, matematicamente conhecida, que pudesse ser utilizada como dado de entrada na árvore de eventos. O histograma e a distribuição de ajuste encontram-se ilustrados na Figura 5.54. Figura 5.54 - Distribuição de probabilidade adotada Para este ajuste foi utilizada a distribuição que melhor respeitasse os valores mínimo, médio e máximo obtidos no histograma e que desse a melhor aderência pelo teste de Kolmogorov- Smirnov. Colapso do pipe , desabamento da crista e abertura da brecha de ruptura O pipe , após atingir uma certa dimensão, colapsa. Com seu desmoronamento, adotou-se duas situações como passíveis de ocorrer: O material, resultante do desabamento, é carreado pela força da água, o fluxo aumenta progressivamente e é formada a brecha de ruptura; Após o desabamento, o fluxo é interrompido e o processo erosivo cessa.
Image of page 132
112 Para a quantificação do evento, ou seja, se após o colapso do pipe
Image of page 133
Image of page 134

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 149 pages?

  • Winter '16
  • The Land, Universidade de Brasília, TOMADA DE DECISÃO, Distribuição de probabilidade

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

Stuck? We have tutors online 24/7 who can help you get unstuck.
A+ icon
Ask Expert Tutors You can ask You can ask You can ask (will expire )
Answers in as fast as 15 minutes