compacta\u00e7\u00e3o Neutro Trincas decorrentes da faixa de umidade de compacta\u00e7\u00e3o

Compactação neutro trincas decorrentes da faixa de

This preview shows page 112 - 114 out of 149 pages.

compactação Neutro Trincas decorrentes da faixa de umidade de compactação atingida têm boas chances de NÃO ocorrer 0,35 TIPO DE SOLO utilizado na construção do maciço de montante Argilas finas com baixa plasticidade Mais provável Em função da baixa plasticidade, existe boas chances do trincamento vir a ocorrer 0,65 PERFIL DA OMBREIRA Perfil uniforme de ombreira ou modificações de larga escala nos taludes. Taludes suaves (>1V: 0.5H) Muito pouco provável Devido à pequena inclinação dos taludes da obreira, dificilmente ocorrerão trincas no talude 0,05 IRREGULARIDADES NA FUNDAÇÃO Cuidado tomado com as modificações no talude da ombreira. Perfil pouco acidentado. Muito pouco provável É muito provável que NÃO ocorram trincas em função do bom tratamento de fundação realizado 0,20 Para a quantificação dos eventos relacionados à operação do reservatório, ou seja, a possibilidade da ocorrência de ciclos de esvaziamento e enchimentos na região acima da cota de referência do NA e do trincamento por ressecamento resultante de longos períodos de seca, ou seja, sem molhagem do material do maciço, foram utilizadas as probabilidades definidas na Tabela 5.16. Estas foram estabelecidas pelo autor com base no histórico de cotas do reservatório ilustrado na Figura 5.13, as probabilidades, segundo a Tabela 5.13. A primeira coluna traz intervalos de cotas de NA do reservatório para os quais foram atribuídos os
Image of page 112
92 valores de probabilidade de ocorrência de ciclos de molhagem e secagem, como também da ocorrência de períodos prolongados de seca (considerados como períodos de não molhagem do material do maciço em cotas superiores ao NA de referência), localizados respectivamente nas colunas 2 e 3. As faixas foram distribuídas segundo os critérios descritos na Tabela 5.17 Tabela 5.16 - Probabilidades adotadas para a chance de ocorrência de ciclos de molhagem e secamento do material e períodos prolongados de secagem. Faixa de cotas (m) Probabilidade de ocorrer ciclos Probabilidade de períodos de seca 1060,60 – 1067,60 0,20 0,05 1067,61 – 1072,15 0,80 0,20 1072,16 – 1072,45 0,65 0,80 1072,46 – 1073,00 0,05 0,95 Tabela 5.17 – Critérios adotados para a escolha das faixas de cotas. Faixa de cotas (m) Critério adotado 1060,60 – 1067,60 Intervalo onde se situam 5% das menores cotas registradas (1) 1067,61 – 1072,15 Intervalo onde se situam 90% das cotas registradas (1) 1072,16 – 1072,45 Intervalo onde se situam 5% das maiores cotas registradas (1) 1072,46 – 1073,00 Cotas operacionais da barragem, mas que nunca tiveram ocorrências registradas Notas: (1) Ver Figura 5.31 - Distribuição de probabilidade das cotas de NA no reservatório (Weibull). Os valores de probabilidade da Tabela 5.16 foram adotados segundo o seguinte raciocínio: para cada faixa de cotas, tanto a probabilidade de ocorrer ciclos, quanto a de ocorrer períodos de seca foram estimadas em função da frequência histórica dos níveis de água já atingidos no reservatório. No primeiro caso, cotas de NA que na maior parte do tempo permanecem submersas ou secas teriam menores probabilidades de passarem por ciclos, diferentemente das cotas de NA que correspondem às cotas operacionais do reservatório. Já para o período de
Image of page 113
Image of page 114

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 149 pages?

  • Winter '16
  • The Land, Universidade de Brasília, TOMADA DE DECISÃO, Distribuição de probabilidade

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

Stuck? We have tutors online 24/7 who can help you get unstuck.
A+ icon
Ask Expert Tutors You can ask You can ask You can ask (will expire )
Answers in as fast as 15 minutes