Aresta postiça de corte processos de usinagem i 19

This preview shows page 18 - 33 out of 45 pages.

ARESTA POSTIÇA DE CORTE
Image of page 18
PROCESSOS DE USINAGEM I 19 ARESTA POSTIÇA DE CORTE
Image of page 19
PROCESSOS DE USINAGEM I 20 FORMATO DO CAVACO Diversos problemas práticos têm relação com a forma do cavaco produzido na usinagem, tais como: - Segurança do operador; - Possíveis danos à ferramenta e à peça; - Manuseio e armazenagem do cavaco; - Força de corte; - Temperatura; - e vida útil da ferramenta.
Image of page 20
PROCESSOS DE USINAGEM I 21 FORMATO DO CAVACO TIPOS DE CAVACOS Cavaco contínuo: apresenta-se constituído de lamelas justapostas numa disposição contínua. A distinção das lamelas não é nítida. Forma-se na usinagem de materiais dúcteis (o aço, por exemplo), onde o ângulo de saída da ferramenta deve assumir valores elevados; Cavaco de cisalhamento: apresenta-se constituído de lamelas justapostas bem distintas; Cavaco de ruptura: apresenta-se constituído de fragmentos arrancados da peça usinada. A superfície de contato entre cavaco e a superfície de saída da ferramenta é reduzida, assim como a ação do atrito; o ângulo de saída deve assumir valores baixos, nulos ou negativos.
Image of page 21
PROCESSOS DE USINAGEM I 22 TIPOS DE CAVACOS – CLASSIFICAÇÃO MAIS SIMPLES
Image of page 22
PROCESSOS DE USINAGEM I 23 FORMATO DO CAVACO Formas de Cavacos Alem dos três tipos de cavacos, pode-se diferencia- los quanto à sua forma. Certas formas de cavaco dificultam a operação de usinagem, prejudicam o acabamento superficial da peça e desgastam mais ou menos a ferramenta. - Cavaco em fita; - Cavaco helicoidal; - Cavaco espiral; - Cavaco em lascas ou pedaços.
Image of page 23
PROCESSOS DE USINAGEM I 24 FORMATO DO CAVACO
Image of page 24
PROCESSOS DE USINAGEM I 25 FORMATO DO CAVACO O cavaco em fita é o que apresenta maiores inconvenientes, devendo ser evitado, as demais formas podem ser utilizadas dependendo da aplicação: Lascas barb2right preferido quando houver pouco espaço disponível ou quando o cavaco é removido pelo fluído de corte. Helicoidais barb2right quando a remoção de material é elevada este tipo de cavaco deixa com maior facilidade o espaço entre os dentes da ferramenta.
Image of page 25
PROCESSOS DE USINAGEM I 26 FORMATO DO CAVACO
Image of page 26
PROCESSOS DE USINAGEM I 27 XX
Image of page 27
PROCESSOS DE USINAGEM I 28 CONTROLE DO CAVACO Mudanças na Forma do Cavaco Pode-se provocar mudanças na forma do cavaco sob diferentes maneiras: - alterando-se as condições de usinagem; - dando-se uma forma especial à superfície de saída da ferramenta; - colocando-se elementos adicionais na superfície de saída.
Image of page 28
PROCESSOS DE USINAGEM I 29 CONTROLE DO CAVACO A figura abaixo mostra a variação da forma do cavaco em função do avanço e da profundidade de corte. Geralmente, o aumento da velocidade de corte e do ângulo de saída tendem a mover a forma do cavaco para a esquerda da figura, enquanto o avanço move a forma do cavaco para a direita.
Image of page 29
PROCESSOS DE USINAGEM I 30 FORMAS DE CAVACOS
Image of page 30
PROCESSOS DE USINAGEM I 31 FORMAS DE CAVACOS
Image of page 31
PROCESSOS DE USINAGEM I 32 CONTROLE DO CAVACO O aumento da capacidade de quebra do cavaco, para materiais não demasiadamente tenazes, pode ser obtido através do aumento da deformação do
Image of page 32
Image of page 33

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 45 pages?

  • Fall '19
  • Velocidade, Plasticidade, Aço rápido, DO CAVACO

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture