Figuras 31 e 32 est? mostrada a comparação das

Info icon This preview shows pages 528–531. Sign up to view the full content.

Figuras 31 e 32, está mostrada a comparação das precipitações mensais (Figura 31) e diária (Figura 32) com a precipitação antrópica. Os efeitos da infiltração em encostas ocupadas e suas consequências na estabilidade pre- cisam ser avaliados segundo outra ótica. Conforme demostrado por Assunção (2005), apenas 40% da precipitação antrópica infiltra. Portanto, nos meses de déficit hídrico, ele pode ser menor que a taxa de evapotranspiração. A precipitação antrópica atua como um agente preparatório para escorregamentos que rebaixa o nível de segurança das encostas ocupadas quando comparadas com outra encosta que apresente as mesmas características e não tenha infiltração de parte das águas residuárias. Em outros casos, a ruptura de tubulações de esgoto ou água pluvial pode atuar como agente preparatório (pequenos e contínuos vazamentos) ou mesmo deflagrador do escorregamento (rupturas de adutoras e tubulações). Os escorregametos decorrentes de ruptura/vazamentos de tubulações não são fáceis de serem previstos; porém, no caso da precipitação antrópica, é possível utilizar a proposta de Assunção (2005) para mensurar os valores com relativa precisão.
Image of page 528

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Efeito da infiltração na elevação de nível freático nas encostas 499 Tabela 3. Relação entre precipitação antrópica e precipitação pluviométrica para o Alto da Boa Vista, Salvador-Ba (ASSUNçãO, 2005). Ano Precipitação pluviométrica, Lw,PP (mm) Precipitação antrópica, Lw,PA (mm) Lw,PA / Lw,PP (%) 1976 1429,80 1328,80 92,94 1980 1951,50 1348,35 69,09 1992 1576,70 1249,02 79,22 1988 1791,00 1266,58 70,72 2002 1827,20 1252,49 68,55 Figura 31. Comparação entre precipitações pluviométrica e antrópica mensais para o ano de 2002 (AS- SUNçãO, 2005). Figura 32. Comparação entre precipitações pluviométrica e antrópica diárias para o ano de 2002 (AS- SUNçãO, 2005). Conclusões Algumas encostas e taludes têm nível freático sazonal (apenas na estação mais chuvosa). Quando isso ocorre, o escorregamento está associado à elevação do nível freático. O principal agente preparatório e deflagrador é a infiltração decorrente da precipitação da água da chuva.
Image of page 529
Tópicos sobre infiltração: teoria e prática aplicadas a solos tropicais 500 A característica mais comum das encostas é ter uma espessura pequena de solo coluvionar ou solo maduro sobreposto a um solo menos permeável ou rocha pouco fraturada. A infiltração depende das condições não saturadas, pois pelo menos o solo superficial permanece não sa- turado. Assim, os mecanismos de infiltração apresentados no Capítulo 24 neste mesmo livro são válidos nesses casos. Os mecanismos semelhantes a esses podem ser causas de desastres naturais. Pesquisas desenvolvidas na Itália indicam que o estudo dos solos não saturados pode ser importante para explicar os mecanismos que deflagram alguns tipos de corrida e que também devem ocorrer nos escorregamentos brasileiros. Há diferença substancial quando o material escorregado está próximo à saturação ou está em condições não saturadas. As corridas de
Image of page 530

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Image of page 531
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‚Äė17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‚Äė17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‚Äė16, Course Hero Intern