Que o mesmo procedimento é parte da prática na

Info icon This preview shows pages 196–198. Sign up to view the full content.

que o mesmo procedimento é parte da prática na Geotecnia para a envoltória de solos sa- turados argilosos muito pré-adensandos, que frequentemente apresentam envoltórias não lineares. Já nos solos porosos colapsíveis, a perda de linearidade da envoltória pode se dar por meio de variações no estado físico do solo oriundas de colapsos estruturais que ocor- rem conforme é aumentada a tensão confinante, conforme ilustra Camapum de Carvalho e Gitirana Jr. (2005). É importante destacar que a perda de linearidade, nesse caso, dá-se de forma inversa ao convencionalmente obtido, ou seja, ocorre uma ascendência na envoltória de resistência. A Figura 6 apresenta uma representação gráfica da envoltória de resistência do solo não saturado. A envoltória, que no caso de solos saturados é representada por uma relação linear no plano τ versus ( σ f u w ), passa a ser representada por um plano no espaço τ ; ( σ f u a ); ( u a u w ). A inclinação do plano que define os estados de ruptura é dada por tan Φ b e tan Φ ' . Envoltórias como as estudadas por Camapum de Carvalho e Gitirana Jr. (2005) para os solos colapsíveis, cuja representação foi adicionada em caráter de ilustração na Figura 6a, representam peculiaridades dos solos tropicais atreladas a alterações estruturais oriundas do processo de colapso, cuja análise requer considerar a física do solo relativa à alteração de porosidade. A variação não linear da resistência ao cisalhamento com a sucção matricial pode ser vista como uma resposta do solo à diminuição da “área molhada” onde a sucção de fato atua. Com base na observação relativa à redução da área molhada, Vanapalli et al. (1996) e Fre- dlund et al. (1996) apresentaram formulações teóricas semelhantes, relacionando a variação de resistência com a quantidade de água armazenada no solo. No caso da proposta de Fre- dlund et al. (1996), tal relação é dada da seguinte forma: τ f f = c' + ( u a u w ) f Ѳ k tan Φ ' + ( σ f – u a ) f tan Φ ' (3) em que: Θ é o conteúdo volumétrico de água normalizado, dado por Θ = θ / θ sat ; θ é o conte- údo volumétrico de água; θ sat é o conteúdo volumétrico de água do solo saturado, e k é uma parâmetro de ajuste, que permite levar em conta a proporcionalidade não linear entre a taxa de ganho de resistência ao cisalhamento e os valores de Θ . De acordo com as propostas de Vanapalli et al. (1996) e Fredlund et al. (1996), a taxa de variação de resistência com a sucção é igual a tan Φ ' , enquanto o solo estiver saturado.
Image of page 196

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

O comportamento de solos não saturados submetidos à infiltração 165 (a) (b) Figura 6. Envoltória de resistência: a) solo com sucção igual a zero e saturado e b) solo com sucções maiores que zero. No caso dos solos tropicais marcados pela presença de agregados, essa abordagem re- quer considerar que o conteúdo volumétrico de água intervindo no comportamento é, ge- ralmente, aquele externo aos agregados e que atua principalmente em nível de macroporos e, por vezes, também de mesoporos. Tratar de modo global os vazios e a água presente nos
Image of page 197
Image of page 198
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern