intumescido e os dois corpos movem se em sincronia at\u00e9 o orgasmo simult\u00e2neo

Intumescido e os dois corpos movem se em sincronia

This preview shows page 42 - 44 out of 93 pages.

intumescido e os dois corpos movem-se em sincronia até o orgasmo simultâneo, entre gritos earranhões. Então se separam, suados, e vão tomar um banho juntos antes de saírem para a rua.Quer dizer, uma coisa superficial e corriqueira. Já o namoro, não. No namoro, não apenas oórgão intumescido mas todo o corpo do namorado penetra na própria casa da namorada todasas quartas-feiras. Eles se sentam lado a lado num sofá quente, coxa a coxa, e chegam aentrelaçar os dedos das mãos. Muitas vezes comem a ambrósia preparada pela mãe da moçacom a mesma colher, gemendo baixinho. Existe ainda o prazer indescritível de roçar com obraço o lado do seio da namorada, enquanto se conversa sobre futebol com o pai dela, umprazer que aumenta se, por sorte, estiver com um daqueles sutiãs pontudos usados pela últimavez no Ocidente por Terry Moore, em 1953. A namorada, não o pai dela. Isto é que éintimidade.Existem outros critérios para diferenciar namorado de amante. Amante é o namorado que levapijama, por exemplo. Uma maneira certa de saber que o namorado já é amante é quando, pelaprimeira vez, em vez de dar um par de meias para ele no Dia dos Namorados, ela dá um parde cuecas. E você terá certeza de que ele é amante quando sugerir que ela Ihe dê um certo tipode cuecas e ela responder, distraidamente, "esse tipo ele já tem...".Mas estamos falando de namorados, ou amantes, solteiros. No caso do homem casado e comuma amante a coisa se torna mais complicada, e pouco invejável. No caso do homem casado ecom várias amantes, se torna mais complicada ainda, e mais invejável. Antes de lançar o Diados Amantes os lojistas teriam que fazer uma pesquisa de mercado. O que despertaria adesconfiança dos entrevistados.- O senhor tem amante?
Background image
- Foi minha mulher que o mandou?- Estamos fazendo uma pesquisa de mercado e...- Onde é que está o microfone? É chantagem, é?- Não, cavalheiro. Nós...- Está bem, está bem. Tem uma moça que eu vejo mas nem se pode chamar de amante. Peloamor de Deus! É só meia hora de três em três dias. E ela é bem baixinha."Amante" seria um exagero. Mas eu prometo parar!Uma vez decidido o lançamento do Dia dos Amantes, as agências de propaganda teriam queescolher a estratégia de marketing ou, como se diz em português, o approach.O tom das peças publicitárias variaria, é claro, de acordo com o tipo de comércio. As lojas deeletrodomésticos poderiam anunciar: "Tudo para o seu segundo lar." Ou então: "Faça-a sesentir como a legítima. Dê a ela uma máquina de lavar roupa." As joalherias enfatizariamsutilmente o espírito de revanchismo do seu público-alvo, sugerindo: "Aquele diamante quesua mulher vive pedindo... Dê para sua amante." Ou, pateticamente: "Já que ela não pode teruma aliança, dê um anel..." Perfume:"Para que você nunca confunda as duas, dê Furor só para a outra..." Utilidades: "No Dia dosAmantes, dê a ela um despertador. Assim você nunca se arriscará a chegar tarde em casa." Oscomerciais para televisão poderiam explorar alguns lugarescomuns. Por exemplo: Alguémentra no quarto e encontra a amante na cama. Atira um presente no seu colo. Isso a faz se
Background image
Image of page 44

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 93 pages?

  • Fall '19
  • Fernando Sandoval

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture