41 ensaios para a avaliação de solos colapsíveis

Info icon This preview shows pages 200–202. Sign up to view the full content.

4.1 Ensaios para a avaliação de solos colapsíveis Embora estudos específicos, como os relativos à influência do pH do fluido de inunda- ção no colapso, sejam encontrados na literatura (CAMAPUM DE CARVALHO et al. , 1987), o colapso é comumente analisado durante a inundação. No entanto, o colapso por inundação não representa nada mais que uma condição particular indutora, pois o que define o potencial de colapso é o estado interno do solo, sua estrutura metaestável, a sensibilidade das ligações estruturais a ataques e alteração químicas, sua sensibilidade a diferentes formas de energia como as oriundas de cargas externas e de variações de umidade, como as que se dão no pro- cesso de infiltração das águas pluviais e servidas. Nesse último caso, intervém ainda energia de natureza química. Em campo, o colapso do solo pode ser avaliado direta ou indiretamente, por meio de ensaios utilizados para outros fins, como os casos dos ensaios SPT, pressiométrico e provas de carga. Mas em todos eles, assim como nos estudos de laboratório, o que se analisa geral- mente é o comportamento do solo na umidade natural e quando submetido aos efeitos da saturação. Embora o colapso possa ter diferentes origens, no caso específico da infiltração de águas pluviais, interessa o colapso devido ao aumento do grau de saturação do solo. O ensaio oedo-
Image of page 200

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

O comportamento de solos não saturados submetidos à infiltração 169 métrico do tipo duplo e o ensaio oedométrico simples constituem as principais ferramentas de análise e avaliação do potencial de colapsividade. Constituem ferramentas complementa- res de análise o ensaio de sedimentação com e sem o uso de defloculante, o ensaio de desagre- gação, a curva característica solo-água e a distribuição de poros. No ensaio duplo oedométrico, dois corpos-de-prova idênticos são submetidos a ensaios oedométricos. Um é executado no solo em sua umidade natural, e o outro com inundação prévia (Figura 8a). No ensaio oedométrico simples, a inundação é realizada sob um carre- gamento vertical de interesse (Figura 8b). Essa última alternativa de ensaio pode ser vista como adequada por representar melhor o caminho de tensões experimentadas em campo. No entanto, a quantidade de informação obtida é consideravelmente mais limitada do que a resultante do ensaio duplo oedométrico. Geralmente o colapso obtido pelos dois métodos não são coincidentes, pois, ao se considerar o efeito da sucção, as trajetórias de tensões seguidas nos dois modelos experimentais não são iguais. O ensaio duplo oedométrico, dada a sua simplicidade, é um dos mais utilizados para avaliar a colapsibilidade do solo. Com base em seus resultados, cujos parâmetros são apresen- tados na Figura 8a, pode-se calcular o coeficiente de colapso, ε c , para a tensão de inundação desejada: ε c = Δ e 1 + e o (7) em que: Δ e é a variação do índice de vazios nessa tensão e e o o índice de vazios nessa mesma tensão antes da saturação. Vargas (1977) considera que solos com coeficiente de colapso supe-
Image of page 201
Image of page 202
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern