Parâmetros formais o segundo tipo de variável que

Info icon This preview shows pages 19–21. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
Parâmetros formais O segundo tipo de variável que veremos são os parâmetros formais. Estes são declarados como sendo as entradas de uma função. Não há motivo para se preocupar com o escopo deles. É fácil: o parâmetro formal é uma variável local da função. Você pode também alterar o valor de um parâmetro formal, pois esta alteração não terá efeito na variável que foi passada à função. Isto tem sentido, pois quando o C passa parâmetros para uma função, são passadas apenas cópias das variáveis. Isto é, os parâmetros formais existem independentemente das variáveis que foram passadas para a função. Eles tomam apenas uma cópia dos valores passados para a função. Variáveis globais Variáveis globais são declaradas, como já sabemos, fora de todas as funções do programa. Elas são conhecidas e podem ser alteradas por todas as funções do programa. Quando uma função tem uma variável local com o mesmo nome de uma variável global a função dará preferência à variável local. Vamos ver um exemplo: int z,k; func1 (...) { int x,y; ... } func2 (...) { int x,y,z; ... z=10; ... } main () { int count; ... } No exemplo acima as variáveis z e k são globais. Veja que func2() tem uma variável local chamada z . Quando temos então, em func2() , o comando z=10 quem recebe o valor de 10 é a variável local , não afetando o valor da variável global z . Evite ao máximo o uso de variáveis globais. Elas ocupam memória o tempo todo (as locais só ocupam memória enquanto estão sendo usadas) e tornam o programa mais difícil de ser entendido e menos geral. __________________________________________________________________________________ _ CURSO DE C DO CPDEE DA UFMG 53
Image of page 19

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
Passagem de parâmetros por valor e passagem por referência Já vimos que, na linguagem C, quando chamamos uma função os parâmetros formais da função copiam os valores dos parâmetros que são passados para a função. Isto quer dizer que não são alterados os valores que os parâmetros têm fora da função. Este tipo de chamada de função é denominado chamada por valor. Isto ocorre porque são passados para a função apenas os valores dos parâmetros e não os próprios parâmetros. Veja o exemplo abaixo: #include <stdio.h> float sqr (float num); void main () { float num,sq; printf ("Entre com um numero: "); scanf ("%f",&num); sq=sqr(num); printf ("\n\nO numero original e: %f\n",num); printf ("O seu quadrado vale: %f\n",sq); } float sqr (float num) { num=num*num; return num; } No exemplo acima o parâmetro formal num da função sqr() sofre alterações dentro da função, mas a variável num da função main() permanece inalterada: é uma chamada por valor. Outro tipo de passagem de parâmetros para uma função ocorre quando alterações nos parâmetros formais, dentro da função, alteram os valores dos parâmetros que foram passados para a função. Este tipo de chamada de função tem o nome de "chamada por referência". Este nome vem do fato de que, neste tipo de chamada, não se passa para a função os valores das variáveis, mas sim suas referências (a função usa as referências para alterar os valores das variáveis fora da função).
Image of page 20
Image of page 21
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern