Acetog\u00eanese \u00e9 uma etapa necess\u00e1ria pois os produtos do processo de acidog\u00eanese

Acetogênese é uma etapa necessária pois os

This preview shows page 57 - 60 out of 144 pages.

isso, o pH da mistura baixa e o processo pode ser quase que totalmente afetado. Acetogênese: é uma etapa necessária, pois os produtos do processo de acidogênese não podem ser utilizados diretamente no processo de metanogênese. Logo, os ácidos graxos e álcoois são oxidados e transformados em acetato, bio-hidrogênio e dióxido de carbono. Esse é uma das fases mais delicadas do processo, pois é necessário manter o
Image of page 57
57 equilíbrio para que a quantidade de hidrogênio gerado seja consumida pelas bactérias Arqueas responsáveis pela metanogênese. Metanogênese: o acetato, bio-hidrogênio e dióxido de carbono são transformados em metano e dióxido de carbono por microrganismo do tipo Arqueas. Figura 25 Processo de digestão anaeróbica Fonte: Manyi-Loh et al. (2013) A Tabela 9 apresenta a composição do biogás depois do processo de digestão anaeróbica. Tabela 9 Composição do biogás Composição % Metano (CH 4 ) 50-70 Dióxido de Carbono (CO 2 ) 25 50 Nitrogênio (N 2 ) 0 7 Gás Sulfídrico (H 2 S) 0 3 Oxigênio (O 2 ) 0 2 Hidrogênio (H 2 ) 0 1 Amoníaco (NH 3 ) 0 1 Monóxido de Carbono (CO) 0 0,2 Gases em menor concentração 0,01 0,6 Fonte: Cetesb (2018)
Image of page 58
58 Segundo Lima et al. (2017) nas camadas inferiores de aterros e lixões abertos, a concentração de oxigênio é baixa e os componentes orgânicos biodegradáveis são decompostos por processo biológico anaeróbico, gerando gás contendo de 50-60% de metano. A CETESB (2018) afirma que os aterros sanitários brasileiros possuem composições com valores entre 25-50% de CO 2 e 50-70% de CH 4 . Para este trabalho foi considerada a composição do biogás de 60% de CH 4 e 40% de CO 2 . O gás produzido pela digestão anaeróbica é renovável, abundante e pode ser obtido de diversas fontes, como resíduos sólidos urbanos, excremento de animais, atividades agrícolas, etc., desde que sejam criadas em condições ideais de temperatura, pH, concentração de oxigênio e outras substâncias. O gás metano, o principal composto do biogás, pode chegar até 70% da totalidade do gás produzido, é incolor, apresenta elevado poder calorífico (5000 7000 kcal/m 3 ), altamente combustível, não produz fuligem e o impacto no efeito estufa é 21 vezes maior que o dióxido de carbono, porque o metano é mais eficiente na captura de radiação do que o CO 2 (EPE, 2008). A produção de metano depende da quantidade e tipo da biomassa, do clima e do tamanho do biodigestor. A produção do biogás consequentemente ao aproveitamento do metano (CH 4 ) é de grande importância para o efeito dos gases de estufa, pois tem a capacidade de reter a radiação solar 21 vezes mais que o dióxido de carbono. A Tabela 10 mostra a comparação do potencial de aquecimento global entre os dois gases. Tabela 10 Comparação do potencial de aquecimento global Gases de Efeito de Estufa Potencial de Aquecimento Global Principais Causas CO 2 (dióxido de carbono) 1 . CO 2eq (referência) Uso intensivo de combustíveis fósseis, aumento da ocorrência de queimadas e incêndios florestais que provocam o aumento das emissões de CO 2 para a atmosfera; redução das áreas florestadas, que absorvem e estocam o carbono atmosférico. CH 4 (metano) 21 . CO 2eq Degradação anaeróbica de material orgânico em aterros, estações de tratamento de efluentes, lagoas
Image of page 59
Image of page 60

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 144 pages?

  • Spring '14
  • The American, Estados Unidos, energia elétrica, Energia renovável, Motor de combustão interna, Gases do efeito estufa

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

Stuck? We have tutors online 24/7 who can help you get unstuck.
A+ icon
Ask Expert Tutors You can ask You can ask You can ask (will expire )
Answers in as fast as 15 minutes