Como foi a ideia inicial de se realizar tais projetos ter pr\u00e1ticas conscientes

Como foi a ideia inicial de se realizar tais projetos

This preview shows page 7 - 9 out of 9 pages.

10. Como foi a ideia inicial de se realizar tais projetos/ ter práticas conscientes/ sustentáveis? Por que isso foi instaurado? Foi difícil o convencimento para se fazer esses investimentos? Não foi difícil. Na criação da empresa já existia uma área, com profissionais conceituados na área de sustentabilidade. A empresa atua dentro de unidades de conservação e isso já ajuda e muito no desenvolvimento das ações socioambientais. 11. Acham que esses valores de integração e sustentabilidade estão presentes na organização como um todo? Que os funcionários têm uma visão de empresa comprometida, participam ativamente disso também? Sim. Percebemos isso através do resultado das ações internas e externas. 12. Pode citar outras empresas desse ramo de atuação / concorrentes? Percebe que há, também, um engajamento dessas empresas? Quais são os diferenciais em relação aos seus concorrentes? Não acredito em concorrentes diretos, mas temos diversas empresas que apresentam sua área sustentável bem forte. Como é o caso da Fundação Boticário e Coca-Cola. 13. Ao que você atribui o sucesso da empresa? O sucesso da empresa está diretamente ligado as pessoas que fazem parte dela. 14. E-mail da entrevistada: [email protected] De acordo com a entrevistada, Nadja Oliveira, a grande dificuldade na implantação de projetos, como os mencionados, e na formação de uma cultura sustentável é o processo de reeducação de cada um, que soma nos resultados coletivos. Ela diz que é necessário fazer
Image of page 7
um “ trabalho de formiguinha”, buscando ensinar e estimular a conscientização e mostrando a importância de uma mudança individual de atitude. Isso deve ser feito com todos os envolvidos nos projetos, desde os funcionários, fornecedores, investidores, etc, até quem é impactado com ações pontuais, para que, assim, possam ir construindo uma nova forma de se relacionar com a natureza e entre si. A dificuldade é fazer um trabalho de real transformação da sociedade, que não se limite a medidas superficiais e passageiras. Por isso, o comprometimento pela causa sustentável, nas mais diferentes frentes, deve ser constante, sem ser trabalhado de forma isolada ou pontual. Deve haver uma integração dos processos e um esforço financeiro para que essas ações não sejam somente mais uma tentativa em meio à uma imensidão de projetos e campanhas, mas que corrobora em mudanças reais na vida das pessoas. A entrevistada acredita que ser considerada uma “empresa verde” agrega valor para a marca e gera uma maior relevância nos tempos atuais, em que o consumo está cada vez mais consciente. Essa associação é positiva não só para a imagem e reputação da empresa, mas, também, para os seus stakeholders. Ela também percebe que para empresa se engajar em projetos socioambientais foi um caminho mais tranquilo para o Grupo Cataratas, por já ter, em sua essência, esse valor da sustentabilidade como central; além de ter profissionais que conhecem o tema e o know- how técnico das formas de implantação de ações desse tipo. Comparação: O Grupo Cataratas demonstra um total comprometimento com as causas sociais e ambientais, tendo o seu trabalho focado nisso. Em comparação com o Boticário, o Grupo
Image of page 8
Image of page 9

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 9 pages?

  • Fall '19
  • Meio Ambiente, responsabilidade social, Sustentabilidade, CONHECIMENTO, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture