Por exem plo 51 dos brasileiros manteve seu volu me de compras de

Por exem plo 51 dos brasileiros manteve seu volu me

This preview shows page 20 - 21 out of 27 pages.

dia a dia considerados básicos. Por exem- plo, 51% dos brasileiros manteve seu volu- me de compras de alimentos/bebidas do dia a dia de marcas conhecidas/populares nos últimos 12 meses, 23% aumentou seu volume de compras desse tipo de alimen- tos/bebidas e apenas 18% cortou esses produtos da sua lista de compras. Já em relação aos produtos não essenciais de marcas conhecidas/populares, como por exemplo, biscoitos Bono e chocolates Ga- roto, o corte foi maior, com 30% reduzin- do suas compras desses tipos de produ- tos nos 12 meses anteriores a setembro de 2015. RIL – Em 2015, os casos de inovações e/ ou ocupação de novos nichos de mercado ocorreram mais fortemente em quais ca- tegorias de alimentos e bebidas? Renata Moura - Nos últimos anos, a as- censão da classe média com seu maior poder aquisitivo estimulou o surgimen- to de inovações em diversas categorias com produtos que ofereciam um maior valor agregado. Quanto ao lançamento de novos produtos, desde 2011, categorias dos segmentos de panificação, molhos e condimentos, salgadinhos e laticínios se destacaram. A categoria de iogurtes é um exemplo disso. O iogurte grego surgiu no Brasil no segundo semestre de 2012, e dados da nossa pesquisa realizada recen- temente indicou que 61% dos brasileiros consumiu a categoria nos 12 meses ante- riores a agosto de 2015. Apesar da crise, 22% dos consumidores indicou que aumen- tou o seu consumo deste tipo de iogurte nos últimos 12 meses. Mudanças no consumo Nas últimas décadas, o brasileiro de todas as classes sociais teve oportunidade de consumir mais, no caso da nova classe média que vinha em crescimento ou experimentar inovações e produtos mais sofisticados. Com a situação econômica do Brasil apertando o orçamento dos consumidores, houve a necessidade de mudanças nos hábitos de compra. Renata Pompa Moura fala um pouco do comportamento do brasileiro no setor de alimentos e bebidas, de tendências e alternativas que as indústrias podem fazer para estimular o consumo. Renata Pompa de Moura é gerente de pesquisa da Mintel no Brasil, desde 2009. Com mais de doze anos de experiência trabalhando em empresas de consultoria e pesquisa de mercado no Brasil, Estados Unidos e Chile, Renata possui um amplo conhecimento do comportamento do consumidor e de tendências globais de consumo. RIL – Principalmente, em 2015, o movi- mento de mudança de consumo na classe média foi forte em decorrência da crise na economia brasileira. A crise traz tam- bém oportunidades e, nesse aspecto, quais seriam os caminhos para evitar perda de consumo? Inovação? Novas embalagens? Lançamentos com produtos de menor cus- to? Outros. Renata Moura - Entre os quatro princi- pais grupos pesquisados, alimentos e bebi- das, incluindo itens de marca e de marca própria, são os setores que os consumi- dores C12 estão comprando mais nos úl- timos 12 meses. Em setembro de 2015, 38% dos consumidores C12 declarou que es- tão comprando mais alimentos e bebidas comparado com um ano atrás. A maior redução é em relação aos alimentos não essenciais, com 31% dos consumidores da classe média declarando que estão com- prando uma menor quantidade compara- do ao ano anterior. Em relação às mar-
Image of page 20
Image of page 21

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 27 pages?

  • Spring '18
  • Estados Unidos, São Paulo, Minas Gerais, leite, Queijo

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture