A segunda maneira é com o tag embed que por ser

This preview shows page 18 - 22 out of 34 pages.

A segunda maneira é com o TAG <EMBED> que, por ser reconhecido pelo Internet Explorer e Netscape, é recomendado. Para utiliza-lo, siga o exemplo : 18
Image of page 18

Subscribe to view the full document.

Aprendendo HTML <EMBED SRC="arquivo.mid"> É recomendado usar arquivos midi por serem bem menores que os wavs. 9. Caracteres Especiais 9. Caracteres Especiais Á &Aacute; á &aacute; Â &Acirc â &acirc; À &Agrave; à &agrave; Å &Aring; å &aring; Ã &Atilde; ã &atilde; Ä &Auml; ä &auml; Æ &AElig; æ &aelig; É &Eacute; é &eacute Ê &Ecirc; ê &ecirc; È &Egrave; è &egrave; Ë &Euml; ë &euml; Ð &ETH; ð &eth; Í &Iacute; í &iacute Î &Icirc; î &icirc; Ì &Igrave; ì &igrave; Ï &Iuml; ï &iuml; Ó &Oacute; ó &oacute; Ô &Ocirc; ô &ocirc Ò &Ograve; ò &ograve; Ø &Oslash; ø &oslash; Õ &Otilde; õ &otilde; 19
Image of page 19
Aprendendo HTML Ö &Ouml; ö &ouml; Ú &Uacute; ú &uacute; Û &Ucirc; û &ucirc; Ù &Ugrave; ù &ugrave; Ü &Uuml; ü &uuml; Ç &Ccedil; ç &ccedil; Ñ &Ntilde; ñ &ntilde; < &lt; > &gt; & &amp; " &quot; ® &reg; © &copy; Ý &Yacute; ý &yacute; Þ &THORN; þ &thorn; ß &szlig; º &#186; ª &170; ¹ &#185; ² &#178; ³ &#179; ƒ &#131; &#134; &#135; &#137; ¢ &#162; £ &#163; « &#171; ± &#177; » &#187; · &#183; ¼ &#188; ½ &#189; ¾ &#190; ¿ &#191; × &#215; ÷ &#247; ¡ &#161; ¤ &#164; 10. Imagens Clicáveis 10. Imagens Clicáveis Você já deve ter reparado que algumas home pages possuem imagens que não são simples figuras decorativas, existe um tipo de imagem que é sensível ao clique de mouse e funciona como uma plataforma de lançamento para diversos links de hipertexto. Uma excelente utilização para esse tipo de imagem, é por exemplo na criação de barras de navegação - muito comuns na Web. Não seria interessante se pudéssemos criar regiões clicáveis independentes, onde cada uma delas nos levasse a documentos distintos? Mas como será que isso é feito? Com certeza você deve estar pensando que isso é uma tarefa para experts, mas está muito enganado! Chegou a hora de adicionar esse recurso à sua home page, mas como não queremos que você saia por aí sem saber o que está fazendo, que tal primeiro entendermos um pouco melhor como tudo isso funciona? 10.1 - MÉTODOS QUE TORNAM SUA IMAGEM SENSÍVEL Existem dois métodos para tornar uma imagem sensível em determinada região, ou de outra forma, métodos para a construção de "mapas de imagens" - os Mapas Locais de Imagens (Client-Side Image Maps) e o Mapa Remoto de Imagens (Server- 20
Image of page 20

Subscribe to view the full document.

Aprendendo HTML Side Image Maps). A escolha entre um ou outro pode ser feita após analisarmos suas características principais. A diferença básica entre os dois métodos é clara e extremamente importante. O mapa remoto é uma combinação de CGI (Common Gateway Interface), HTML e um "arquivo de mapa" que nada mais é do que um arquivo que informa as regiões sensíveis da imagem e que reside no servidor de Web. Este método funciona da seguinte maneira: Quando você clica sobre uma região sensível de uma imagem, o browser fornece ao servidor de Web as coordenadas (x,y) de onde você clicou. O servidor procura no arquivo de mapa daquela imagem, qual a URL (Uniform Resource Locator) que corresponde a região clicada, e envia essa URL de volta para o browser, que se encarrega de solicitá-la e mostrá-la em sua tela.
Image of page 21
Image of page 22

{[ snackBarMessage ]}

Get FREE access by uploading your study materials

Upload your study materials now and get free access to over 25 million documents.

Upload now for FREE access Or pay now for instant access
Christopher Reinemann
"Before using Course Hero my grade was at 78%. By the end of the semester my grade was at 90%. I could not have done it without all the class material I found."
— Christopher R., University of Rhode Island '15, Course Hero Intern

Ask a question for free

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern